42º Congresso Médico Estadual de Pernambuco

Em cumprimento de suas funções, capacitação dos médicos e estudantes de medicina, a Associação Médica de Pernambuco realizara o 42º Congresso Médico Estadual de Pernambuco.

42-congresso-medico-estadual-de-pernambuco

O evento será realizado nos dias 20 e 21 de agosto do corrente ano, na sede da AMPE, na Rua Oswaldo Cruz, nº 393, Boa vista.

Contará também com o apoio da AMB, CREMEPE, SIMEPE e outras entidades e instituições de saúde. O tema central será: “MEDICINA HOJE” visando abordar os temas mais importantes e atuais da medicina, em consonância com os avanços da tecnologia, das conquistas dos direitos humanos e sociais e suas consequências na prática médica.

Contará com palestrantes e conferencistas, estaduais e nacionais de elevado nível técnico e experiência profissional que certamente trarão excelentes contribuições. Entre os temas já programados pode-se citar: Vacinação, infectologia, atualização em antibióticos, Dependência Química: visão atual, Psiquiatria na prática clinica: Ansiedade e Depressão, Fatores de risco e proteção na ideação suicida etc.

Simultaneamente, ocorrera o “I SIMPOSIO DE BIOÉTICA,” – promovido pela Escola Superior de Ética Médica do CREMEPE – ( ESEM/CREMEPE) que contará com experientes expositores de elevado nível técnico abordando temas extremamente relevantes para a sociedade contemporânea. Ressaltamos os seguintes: “Perspectivas em Bioética”.

Neste I SIMPÓSIO DE BIOÉTICA participarão profissionais da equipe interdisciplinar, e não será cobrado valor de inscrição, diferentemente do Congresso.

Este evento marcará também os 100 anos da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco. Deve ser assinalada a importância desta unidade de saúde na formação dos profissionais de saúde, ao longo de sua existência, assim como sua intima relação com a Associação Médica de Pernambuco onde começaram os debates para sua fundação e cujo Presidente Otávio de Freitas lutou bravamente pelo que considerava “meu sonho” ou “o sonho dourado de tanto tempo” e foi o primeiro Diretor da então Faculdade de Medicina do Recife.

Fonte: AMP